Home  | Notícias  | Expediente 



27 de Janeiro de 2019 - 17:33

Feminicídio: Após sair de aldeia, sidrolandense é assassinada na Capital




Foto: Divulgação

 

A artesã Eronilda Gabriel Mendonça, de 34 anos que era moradora da aldeia Água Azul foi brutalmente assassinada a tiros no jardim Tijuca em Campo Grande.

De acordo com informações da polícia, a vítima estava num carro em companhia  de um rapaz de 22 anos de idade e em certo momento houve um desentendimento e Eronilda saiu do carro, irritado o rapaz efetuou quatro disparos que atingiram a cabeça, virilha, ombro e panturrilha. Ferida, a mulher ainda caminhou alguns metros e ligou para a polícia.

Encaminhada para a Santa Casa passou por dois procedimentos cirúrgicos pela ortopedia e pela cirurgia geral, mas durante o pós-operatório teve de ser transferida para a UTI (Unidade de Tratamento Intensivo).

Na unidade ela ficou internada em coma induzido e não resistiu aos ferimentos. Natural da Terra Indígena Buriti, Eronilda era artesã e deixa um casal de filhos que também são artesãos na região de Sidrolândia.

O autor Nicolas de Jesus Batista foi preso e disse que foi ofendido pela vítima e por isso a matou.  Ele também disse à polícia que estava bebendo em um bar no Bairro Guanandi e a vítima, que mora próximo do local, teria o chamado para sair. No entanto, a irmã da vitima, que estava com ela antes de ambos saírem, disse que foi o rapaz quem chamou a vítima para sair. Contudo, os dois então entraram no veículo dele, um Corsa de cor prata, e seguiram para beber em outro bar já no Bairro Tijuca, mas no meio do caminho começaram a discutir.

O suspeito teria afirmado que a vítima pediu para ambos terem relações sexuais, mas ele teria negado, afirmando que queria apenas beber, ele alega que foi ofendido e mandou a mulher sair do carro, momento que pegou a arma e matou a jovem que estava de costas. Ele foi preso horas depois em flagrante pela Batalhão de Choque da PM que agiu rápido e localizou o jovem com as características do carro.


Uma amiga da vítima diz que a comunidade está abalada com o crime: "Ela era muito querida, atuante, sempre ajudou a todos. Veio para a capital tentar outra vida, ela tinha emprego fixo e fazia bijuterias de penas e sementes junto com a família, artesanato era a paixão dela. Isso tudo é muito triste". O corpo foi levado para a aldeia Água Azul.

Ela afirma ainda que Eronilda não tinha um relacionamento com o homem, e que comentou com a família que estariam "se conhecendo". Segundo Silvana, a família acredita que o suspeito poderia ter tentado fazer sexo à força com a vítima: "Ele atirou para matar, ninguém atira 4 vezes sem essa intenção. Acredito que seja o contrário do que ele alega. Se realmente não a quisesse, por que iria matá-la?". Finaliza.

Redação – Noticidade

 



principal  |  imprimir

Plantão

.
18/02/2019 - 13:43  “Sem condições”, afirmam moradores do Eldorado sobre estradas na região
18/02/2019 - 10:25  Ao lado de Enelvo, vereadores e Presidente visitam Agraer e levam demandas
18/02/2019 - 09:23  Rede Municipal de Ensino retorna com mais de 8,2 mil alunos para 2019
17/02/2019 - 21:35  Maracajuense Valdeir Souza Silva vence Duathlon no Bonito Cross
17/02/2019 - 21:11  Contrato emergencial com a Morhena garante retomada na limpeza de lixo e entulhos
17/02/2019 - 20:59  Sorteio IPTU: Prefeito e secretários visitam construção de casa que será sorteada
17/02/2019 - 19:55  Harmonia e agradecimentos marcam retorno das sessões no Legislativo
17/02/2019 - 19:08  Membros do “Judô para Todos” participam de evento da FJMS
17/02/2019 - 18:45  Colisão entre carro e moto na contramão é registrada por câmera de segurança
17/02/2019 - 12:16  Operação de combate ao crime organizado mobilizou Bope, choque, PRF e SIG
17/02/2019 - 11:20  Mulher desmaia dentro de veículo após agressões; autor acabou detido pela PM
15/02/2019 - 09:47  Prefeitura notifica donos de terrenos do Alto da Figueira e Porto Seguro
15/02/2019 - 08:37  Maracaju tem operação e mais dois mortos envolvidos em execução de PM
14/02/2019 - 18:26  Famílias assinam contrato e já podem dar início na construção das casas
14/02/2019 - 18:05  Com mandado de prisão em aberto, morador de rua é preso pela PM
14/02/2019 - 17:04  Com Dengue, vereador chama atenção do prefeito, “o lixo tomou conta”
14/02/2019 - 13:43  Banda de Maracaju vira destaque ao levar rock nacional ao Chile e à Argentina
14/02/2019 - 08:10  Menino de 13 anos morre de possível Dengue hemorrágica no Hospital de Sidrolândia
13/02/2019 - 19:47  Homem invade casa, agride ex e ameaça jogar filha de um mês contra a parede
13/02/2019 - 19:32  Procon flagra produtos vencidos em loja de conveniência de Sidrolândia
 
 
 





 

 








Contato:(067) 9 9658 0765
Email: jornalnoticidade@hotmail.com

© 2019 MD-webmarketing - Todos os direitos reservados