Home  | Notícias  | Expediente 

07 de Maio de 2018 - 09:59

Empresa de energia é condenada a indenizar família em R$ 2 milhões




 
Uma concessionária de energia foi condenada a pagar uma indenização de mais de R$ 2 milhões à família de um engenheiro agrônomo que foi eletrocutado por um cabo de alta tensão solto em uma fazenda. Além da indenização, a família receberá pensão mensal até o ano em que o homem completaria 75 anos.

O caso aconteceu em 2014, quando um poste de energia na zona rural de São Gabriel do Oeste se deslocou e o cabo de alta tensão se soltou. Os moradores comunicaram a concessionária de energia, que não apareceu para fazer os reparos e deixou os consumidores por três dias sem energia elétrica.

De acordo com os autos do processo, o engenheiro agrônomo e um colega de trabalho estavam em uma propriedade rural na região da queda do poste quando sofreram com a descarga de 36.000 volts. A descarga foi provocada pelo cabo de alta tensão que estava a pouco mais de um metro do chão, o agrônomo morreu e o colega de trabalho sofreu graves ferimentos e a amputação de um membro.

Segundo informações do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), a esposa do engenheiro entrou com a ação e pediu indenização por danos materiais e morais, além de uma pensão no valor de dois terços do salário do marido. No processo, a empresa alegou não possuir responsabilidade pelo dano, que aconteceu devido a fatores climáticos, que provocaram a queda do fio de alta tensão.

“Compete à concessionária – sobretudo depois de receber reiteradas reclamações de usuários acerca de falha/interrupção de serviço numa mesma região, por mais de três dias – deslocar-se ao local e verificar se há risco iminente de danos a pessoa, bens ou ao funcionamento do sistema elétrico”, avaliou a juíza. A Justiça fixou a indenização por danos morais no valor de 700 salários mínimos, para a esposa e as duas filhas, além de R$ 2 milhões, mais os danos materiais com as despesas do funeral, no valor de R$ 10 mil.

Midiamax


principal  |  imprimir

Plantão

.
17/10/2018 - 07:37  Colisão frontal com carro deixa motociclista ferido no Bairro São Bento
16/10/2018 - 15:21  Prefeitura realizou reunião sobre Resolução de matrículas a partir de 2019
16/10/2018 - 15:06  Em Sidrolândia, Bailão Sertanejo terá show com Alex e Yvan no sábado
16/10/2018 - 14:58  Durante cumprimento de mandado, Polícia Civil apreende pistola 380
16/10/2018 - 13:59  DOF recupera veículo furtado em MG e apreende 105 kg de maconha
16/10/2018 - 13:53  Segundo turno: Pesquisa aponta Reinaldo Azambuja com 57% e Odilon de Oliveira com 43%
15/10/2018 - 18:04  Em Maracaju, DOF recupera veículo furtado que seguia com 105 kg de maconha
15/10/2018 - 16:29  Judoca de Maracaju agradece torcida após conquistar 2º lugar no nacional
15/10/2018 - 15:48  Prefeitura de Maracaju homenageia professores da Rede Municipal
15/10/2018 - 13:05  Maracaju estreia no dia 27 pela Série B do Estadual de Futebol
14/10/2018 - 22:31  Sejel Sidrolândia é Campeã do Campeonato Estadual Sub-17
14/10/2018 - 21:48  Segunda vítima de acidente na BR-060 continua internada em estado grave na Santa Casa
14/10/2018 - 21:07  Após denúncia, homem é flagrado pela PM com ‘trouxinhas’ de maconha
14/10/2018 - 20:06  Polícia Civil identifica autores de tentativa de homicídio em Maracaju
14/10/2018 - 18:17  Mulher de Puccinelli ameaça fazer delação premiada, afirma colunista
14/10/2018 - 17:34  Reeleito, Zé Teixeira destaca votação expressiva e apoio a Reinaldo
14/10/2018 - 16:50  Bandido rouba bolsa de jovem na Rua Ponta Porã e acaba localizado e preso pela PM
14/10/2018 - 15:32  Tragédia: Militar de 32 anos morre após colisão com carreta na BR-060
12/10/2018 - 21:25  Sidrolândia está de Luto com a morte de Pedro Malagoli aos 85 anos
12/10/2018 - 20:16  Morre aos 85 anos vítima de infarto, Pedro Malagoli, farmacêutico que fez história em Sidrolândia
 
 











 
 
 



Contato:(067) 9 9658 0765
Email: jornalnoticidade@hotmail.com

© 2018 MD-webmarketing - Todos os direitos reservados