Home  | Notícias  | Expediente 

07 de Maio de 2018 - 09:59

Empresa de energia é condenada a indenizar família em R$ 2 milhões




 
Uma concessionária de energia foi condenada a pagar uma indenização de mais de R$ 2 milhões à família de um engenheiro agrônomo que foi eletrocutado por um cabo de alta tensão solto em uma fazenda. Além da indenização, a família receberá pensão mensal até o ano em que o homem completaria 75 anos.

O caso aconteceu em 2014, quando um poste de energia na zona rural de São Gabriel do Oeste se deslocou e o cabo de alta tensão se soltou. Os moradores comunicaram a concessionária de energia, que não apareceu para fazer os reparos e deixou os consumidores por três dias sem energia elétrica.

De acordo com os autos do processo, o engenheiro agrônomo e um colega de trabalho estavam em uma propriedade rural na região da queda do poste quando sofreram com a descarga de 36.000 volts. A descarga foi provocada pelo cabo de alta tensão que estava a pouco mais de um metro do chão, o agrônomo morreu e o colega de trabalho sofreu graves ferimentos e a amputação de um membro.

Segundo informações do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), a esposa do engenheiro entrou com a ação e pediu indenização por danos materiais e morais, além de uma pensão no valor de dois terços do salário do marido. No processo, a empresa alegou não possuir responsabilidade pelo dano, que aconteceu devido a fatores climáticos, que provocaram a queda do fio de alta tensão.

“Compete à concessionária – sobretudo depois de receber reiteradas reclamações de usuários acerca de falha/interrupção de serviço numa mesma região, por mais de três dias – deslocar-se ao local e verificar se há risco iminente de danos a pessoa, bens ou ao funcionamento do sistema elétrico”, avaliou a juíza. A Justiça fixou a indenização por danos morais no valor de 700 salários mínimos, para a esposa e as duas filhas, além de R$ 2 milhões, mais os danos materiais com as despesas do funeral, no valor de R$ 10 mil.

Midiamax


principal  |  imprimir

Plantão

.
21/01/2019 - 00:34  Vereador Robert Ziemann cobra limpeza e fiscalização de terrenos baldios
21/01/2019 - 00:19  Presidente da Câmara vai formar comissão para cobrar Sanesul e Energisa
20/01/2019 - 23:19  Sobre Enelvo Felini, governador diz que vai ajudar tucano a se eleger prefeito de Sidrolândia
20/01/2019 - 22:46  Sem justificativa, moradores sofrem com alta nas tarifas de energia elétrica
20/01/2019 - 22:22  Absurdo: Em Sidrolândia, moradores completam mais de 48 horas sem água
20/01/2019 - 21:05  Rincão Agrícola realiza nesta terça-feira, “Dia de Campo” e convida produtores
19/01/2019 - 10:21  População reclama de falta de água em pleno sábado em Sidrolândia
18/01/2019 - 14:26  Homem é preso com cinco espingardas na região de Maracaju
18/01/2019 - 14:09  Com Sebrae, Prefeitura de Maracaju quer fortalecer empreendedorismo
18/01/2019 - 10:40  Orçada em R$ 8,6 milhões, estação de esgoto de Maracaju é uma das mais modernas
18/01/2019 - 09:52  Cantora revelação nacional, Lauana Prado se apresenta em Sidrolândia hoje
17/01/2019 - 16:35  Com lixo em terrenos, cresce número de notificações de dengue na cidade
17/01/2019 - 15:03  Entrevistas: Políticos, produtores rurais e empresários destacam sucesso da Showtec
17/01/2019 - 08:32  Após ameaça de manifesto, prefeito anuncia pagamento do Bolsa Universitária
16/01/2019 - 19:11  Presidente do Sicredi Pantanal destaca linhas de crédito no Showtec 2019
16/01/2019 - 18:07  Prefeito Maurílio destaca parceria e diz que Showtec traz investimentos ao município
16/01/2019 - 16:26  Showtec 2019 começa com destaque para investimentos no agronegócio
16/01/2019 - 15:42  Em Maracaju, Reinaldo anuncia R$ 1,6 milhão para pesquisa no setor agropecuário
15/01/2019 - 19:20  Showtec 2019 começa com várias tecnologias para agricultura e pecuária
15/01/2019 - 19:07  Em sorteio de shopping, morador de Maracaju ganha casa e até viagem
 
 











 

 




Contato:(067) 9 9658 0765
Email: jornalnoticidade@hotmail.com

© 2019 MD-webmarketing - Todos os direitos reservados