Home  | Notícias  | Expediente 

11 de Fevereiro de 2018 - 14:28

Estudo investiga se superstição motiva matança de tamanduás em MS




 
Uma pesquisa inédita desenvolvida em Mato Grosso do Sul investiga até que ponto a superstição da população interfere na matança desenfreada de tamanduás-bandeira no estado. Parece mentira mas, em pleno 2018, muitas culturas preservam o hábito de agredir esses animais por acreditar que eles “atraem” azar. 

Uma pesquisa inédita desenvolvida em Mato Grosso do Sul investiga até que ponto a superstição da população interfere na matança desenfreada de tamanduás-bandeira no estado. Parece mentira mas, em pleno 2018, muitas culturas preservam o hábito de agredir esses animais por acreditar que eles “atraem” azar. 

A exemplo de animais como o gato preto e sua relação com má sorte, em países como o Brasil, Bolívia, Colômbia e Costa Rica é muito forte a crença de que o tamanduá-bandeira é portador de mau-agrouro. 

“As crenças folcóricas levam a uma visão negativa da espécie”, explica a bióloga Mariana Catapani, à frente do projeto de doutorado “Da superstição à perseguição: os motivadores dos conflitos humano-fauna motivados por crenças de mau-agouro” pela USP (Universidade de São Paulo). 

O trabalho foi motivado pelo alto número de relatos de moradores de áreas rurais sobre a ligação do animal como símbolo de azar, bruxarias. 

“São quase dez anos conversando com trabalhadores rurais. Há superstição de que se encontrar um tamanduá antes da pescaria, não terá peixe algum, ou que se o bicho aparecer no meio do caminho, é melhor voltar para casa”, explica. 

A bióloga pretende realizar 300 entrevistas, Já foram ouvidos cerca de 70 trabalhadores rurais no Cerrado e Pantanal e mais de 80 caminhoneiros no estado.

Atropela de propósito- “Acreditamos que muitos atropelamentos de tamanduás sejam intencionais, motivados pela crença de que se o animal atravessar na frente do carro, o condutor terá azar”, conta.

Vale ressaltar que o tamanduá-bandeira (Myrmecophaga tridactyla), consta na categoria “Vulnerável” da Lista Nacional das Espécies da Fauna Brasileira Ameaçadas de Extinção. As maiores causas do declínio das populações de tamanduás-bandeira são a perda e fragmentação de hábitat, queimadas e caça.

“Como a espécie já é ameaçada de extinção, com baixo crescimento populacional, os atropelamentos propositais e perseguição humana contribuem para a retirada de mais indivíduos da natureza”, concluiu. 

Em Mato Grosso do Sul, o animal está entre as espécies com maior incidência de atropelamentos nas rodovias. Entre 2013 e 2014, o tamanduá-bandeira foi a terceira espécie mais atropelada, depois do cachorro-do-mato e do tatu-peba, com 135 carcaças encontradas. 

“O estudo investiga os fatores psicológicos e socioculturais associados à assimilação dessas crenças e como isso se desenvolve ao ponto de matar um animal. A compreensão desses fatores pode auxiliar em intervenções para a conservação dessas espécies”, acredita.

Campo Grande News


principal  |  imprimir

Plantão

.
19/10/2018 - 17:41  Familiares falam sobre tragédia que tirou a vida de menino em assentamento
19/10/2018 - 17:11  Após quatro anos, novo posto da PRF na BR-060 enfim é inaugurado
19/10/2018 - 16:19  Polícia aguarda apresentação e depoimento do pai do menino morto a tiro em assentamento
19/10/2018 - 12:59  Loterândia dará bilhetes da Quina a quem comprar rifa da Comitiva dos Amigos
19/10/2018 - 11:56  Senadora eleita, Soraya participará de carreata pró Bolsonaro no sábado
19/10/2018 - 11:16  Uber chega a Sidrolândia com viagens que custam menos que mototáxi
18/10/2018 - 23:12  Polícia confirma que menino morreu com tiro acidental quando pai manuseava espingarda
18/10/2018 - 14:46  Criança morre no São Pedro após levar tiro de espingarda
18/10/2018 - 14:07  Emissora HBO visita Priscilla Malhas em matéria sobre ‘fenômeno’ Bolsonaro
18/10/2018 - 13:50  Pedido do vereador Robert Ziemann é atendido pela prefeitura e desfile cívico será retomado em 2019
18/10/2018 - 13:22  Polícia Militar prende homem por estupro de vulnerável a criança de 7 anos
18/10/2018 - 11:04  Para garantir agilidade, vereador Adilson pede que município terceirize atendimento fisioterapêutico
18/10/2018 - 08:44  MP diz que bolsistas devem cumprir prestação de serviços previstos em TAC
18/10/2018 - 08:25  Polícia Militar apreende veículo carregado com cigarros na Av. Dorvalino
17/10/2018 - 18:43  Na Capital, apresentadores do Rota Social encaram desafio do Bungee jumping
17/10/2018 - 16:58  Prefeitura auxilia PRF com serviços na nova Unidade Operacional
17/10/2018 - 16:31  Administração vistoria estradas vicinais para continuar serviços de manutenção
17/10/2018 - 16:11  Petista, vereador Jean Nazareth surpreende e anuncia apoio ao PSDB para governo do estado
17/10/2018 - 16:09  Vereador Ganso indica moção de pesar pelo falecimento de Pedro Malagoli
17/10/2018 - 07:37  Colisão frontal com carro deixa motociclista ferido no Bairro São Bento
 
 











 
 
 




Contato:(067) 9 9658 0765
Email: jornalnoticidade@hotmail.com

© 2018 MD-webmarketing - Todos os direitos reservados