Home  | Notícias  | Expediente 

11 de Janeiro de 2018 - 18:45

Polícia ouve vítima de estupro e versão contradiz a de testemunhas; nenhum suspeito foi preso




 

A Polícia ouviu a vítima de um possível estupro coletivo cometido durante a madrugada desta quinta-feira (11), que relatou ter sido abusada por três homens após ter sido abordada e levada até o salão de uma igreja no Bairro Pé de Cedro.

Segundo a vítima, os três homens a abordaram quando ela saiu de casa para ir comprar cigarros, um dos rapazes inicialmente teria pedido uma informação e logo em seguida rendido a vítima colocando uma faca em seu pescoço.

Na delegacia, a mulher informou que apenas dois homens teriam forçado relação sexual e um deles ficou apenas cuidando o local, mas se for confirmado que ele se aproveitou da mulher de alguma forma sexual, também caracteriza estupro.

A versão da vítima, porém, contradiz a de um guarda que faz rondas pelo bairro na companhia de outro trabalhador, ambos revezam a segurança de algumas casas que contratam o serviço e um deles relatou a nossa reportagem ter visto a mulher durante a noite e que ela não aparentava ter sido vítima de estupro, mas que estava seminua.

“Ela nos abordou em frente a casa dela, estava seminua, sem a parte de cima da roupa e cobrindo os seios, mas nos disse que seu marido havia a tirado de casa, ainda pediu que a gente arrombasse o portão ou jogasse ela por cima, mas nós dissemos que não tínhamos esse direito e sugerimos que ela chamasse a polícia, porém em nenhum momento ela mencionou ter sido estuprada”, destacou um dos guardas, que não quis se identificar.

Em outro momento, os rapazes tornaram a ver a mulher, desta vez com um roupão e tentando fazer uma ligação em um orelhão do Bairro, ela aparentava estar desesperada, mas novamente, não mencionou estupro.

Outra coisa que chama atenção é o fato dos guardas não terem notado a presença dos três elementos apontados pela vítima e o acesso ao salão da igreja estar bloqueado, sem sinais de que alguém tenha pulado o muro.

Independente da situação, a equipe da Polícia Civil continua trabalhando com a hipótese de estupro e procura informações sobre o paradeiro dos suspeitos para que o caso seja esclarecido.

Luiz Ribeiro – Noticidade 



principal  |  imprimir

Plantão

.
10/12/2018 - 15:14  G9 fecha questão, assina ata e confirma novo grupo para comandar a câmara
10/12/2018 - 10:16  Comércio de Maracaju não poderá abrir em horário especial de Natal
10/12/2018 - 09:54  Em plena véspera de feriado, população de Sidrolândia fica sem água
10/12/2018 - 08:28  Problema no “amarelo” interrompe ligação dos semáforos que acaba adiada mais uma vez
09/12/2018 - 22:34  Semáforos entram em funcionamento nesta segunda-feira em Sidrolândia
09/12/2018 - 22:17  Prefeitura entrega nesta segunda-feira mais duas ambulâncias a população
09/12/2018 - 21:56  Buchanelli reúne lideranças do Nutrimais e agradece empenho em 2018
09/12/2018 - 21:02  Sintracom e ASSEMA travam batalha que emperra o fechamento da CCT
09/12/2018 - 20:27  Homem condenado a 16 anos de prisão por estupro é localizado e preso no Cascatinha
09/12/2018 - 19:57  Veja como foi à cobertura ao vivo da presença de Athirson e Viola no estádio
07/12/2018 - 13:15  Jamilson assina apoio e aliados de Paulo Corrêa já são 20 para Presidência
07/12/2018 - 13:08  Reinaldo anuncia novas regras ambientais para rios que são atrativos turísticos
07/12/2018 - 11:28  Governo confirma quase R$ 500 mil para recapeamento de ruas em Maracaju
07/12/2018 - 11:00  Polícia Militar irá fortalecer ações de combate ao crime e proteção ao comércio até o ano novo
07/12/2018 - 09:26  Sidrolândia será contemplada com 9 novos veículos para Transporte Escolar
07/12/2018 - 08:50  Ex-jogadores Viola e Athirson jogam em Sidrolândia neste domingo em evento no estádio
06/12/2018 - 15:43  Justiça condena a 10 anos homem que mandou matar a mãe em Maracaju
06/12/2018 - 14:35  Show com cantor Padu será nesta sexta-feira no Texas Hookah Bar
06/12/2018 - 12:51  Uniasselvi anuncia 100% de desconto na matrícula. Veja
06/12/2018 - 12:18  Jovem de Sidrolândia vira destaque nacional após deixar mundo do crime e se converter
 
 











 

 




Contato:(067) 9 9658 0765
Email: jornalnoticidade@hotmail.com

© 2018 MD-webmarketing - Todos os direitos reservados