Home  | Notícias  | Expediente 

30 de Novembro de 2017 - 16:46

Decisão judicial destacou que Marcelo foi contra aprovar aumento de salário




Foto: Rallph Barbosa - Noticidade

Marcelo se posicionou contra a medida
 

O atual prefeito de Sidrolândia Marcelo Ascoli, que em 2008 ocupou o cargo de vereador foi o único que usou a tribuna na época contra a medida de aprovação das leis nº 1389/2008, 1390/2008 e 1391/2008, as quais aumentavam os subsídios dos secretários, do prefeito e vice-prefeito e dos vereadores, respectivamente.

Essa medida custou caro aos políticos da época, e culminou na condenação deles em primeira e segunda instância depois de uma ação civil pública por parte do Ministério Público que apontou as irregularidades na aprovação das leis.

A decisão judicial destaca a Ata n. 036/2008 (fl. 32), do dia 03 de novembro de 2008, onde consta a discussão dos projetos de Lei 009/2008, 010/2008 e 011/2008, onde consta o rol de vereadores que votaram a favor e contra, merecendo especial atenção, a justificativa apresentada pelo então Vereador Dr. Marcelo Ascoli para não aprovar tais projetos: ”a aprovação fere a Lei de Responsabilidade Fiscal por estar sendo votado fora do prazo estabelecido na referida lei”. Afirmou ele ao alertar os colegas sobre o crime que os mesmos cometiam naquele momento, o trecho da fala de Marcelo foi usado na decisão. Afirmou que mesmo cientes da vedação contida em lei, os vereadores aprovaram os projetos de lei.

Breve relato dos fatos: O Ministério Público Estadual ajuizou a presente ação civil pública em face dos apelantes, ao argumento de que os projetos de lei que tinham como objeto o aumento dos subsídios do prefeito, vice-prefeito, vereadores e secretários municipais, foram aprovados após a eleição municipal de 2008, realizada em 05/10/2008, quando já se sabia quem exerceria a legislatura seguinte. Ressaltou que o prefeito Daltro Fiúza sancionou as leis nº 1389/2008, 1390/2008 e 1391/2008, as quais aumentavam os subsídios dos secretários, do prefeito e vice-prefeito e dos vereadores, respectivamente.

Sustentou que "afora a impropriedade temporal da legislação (após sabença do resultado dos 'vencedores e vencidos') o extraordinário reajuste ocorrido nos subsídios do prefeito e vice-prefeito que de R$ 9.500,00 e 4.200,00, respectivamente, saltaram para R$ 14.250,00 e 6.300,00, um aumento de 50% !!!". Informou que referidas leis foram discutidas e aprovadas em plenário realizado em 03 de novembro de 2008, aproximadamente 03 (três) semanas após as eleições.

Conforme o MP, respondem pelo ato de improbidade administrativa os réus: Ilson Fernandes Barbosa Júnior, Ilson Peres de Souza, Nelson da Silva Feitosa, Nilton Lopes Moraes, Ângela Aparecida Barbosa da Silva, Haroldo Calves Dias e Rosangela Rodrigues dos Santos e Daltro Fiúza, eis que, de má-fé, violaram princípios da administração pública (incidindo na conduta ilícita do art. 11 da Lei de Improbidade).

Douglas Amaral – Noticidade 




Comentários

  Nome:

  Email: seu email não será publicado!

Comentários:


principal  |  imprimir

Plantão

.
14/12/2017 - 15:22  Campo Grande gera quase um terço de todo o PIB do Estado, aponta IBGE
14/12/2017 - 15:21  Internação de Temer em São Paulo adia posse de Marun como ministro
14/12/2017 - 15:21  Depois de 1 ano e 3 meses, Justiça libera Olarte e Andreia da tornozeleira
14/12/2017 - 15:20  MS tem o terceiro maior crescimento do País na produção de carne bovina
14/12/2017 - 15:11  Barbeiro vai promover ação social de cortes gratuitos no dia 24 de dezembro
14/12/2017 - 11:52  Gerente de frigorífico procura a Depol após carro da empresa ‘desaparecer’
14/12/2017 - 11:23  Só em 2017, Prefeitura já investiu mais de R$ 3,3 milhões ao pagamento de entidades
14/12/2017 - 10:19  Homem registra boletim após ser agredido por esposa grávida
14/12/2017 - 09:32  Governador autoriza depósito do 13º e comerciantes apostam em aumento das vendas
13/12/2017 - 14:02  Assaltante é preso na UPA após ser atingido no pé pelo próprio comparsa
13/12/2017 - 11:59  Pedro Paulo e Alex é uma das atrações contratadas para a Expomara 2018
13/12/2017 - 11:27  Prefeitura de Maracaju arrecadou 80% do esperado do IPTU 2017
13/12/2017 - 11:13  Sidrolândia e outras 24 cidades serão monitoradas por sistema de radiocomunicação europeu
13/12/2017 - 09:33  Comissão de acadêmicos destaca ano de apoio do prefeito que reafirma subvenção para 2018
13/12/2017 - 07:28  Internauta filma Sucuri de 3 metros morta atropelada na saída para Maracaju
12/12/2017 - 15:52  Projeto Pequeno Cidadão se destaca e leva atletas de handebol a São Paulo
12/12/2017 - 10:59  Jovem de 18 anos escapa de ser alvejado após arma de fogo falhar
12/12/2017 - 10:19  Município se habilita e vai receber R$ 150 mil ao mês para custeio da UPA
12/12/2017 - 09:05  DOF realiza maior apreensão de cocaína do ano, avaliada em R$ 7 milhões
12/12/2017 - 08:36  Polícia Civil prende jovem evadido que praticava furtos no fim de semana
 
 











 
 
 



Contato:(067) 3272-3547
Email: jornalnoticidade@hotmail.com
© 2017 MD-webmarketing - Todos os direitos reservados