Home  | Notícias  | Expediente 

28 de Novembro de 2017 - 16:16

Reforma aprovada prevê desconto maior para 25% dos servidores




 
A reforma da Previdência de Mato Grosso do Sul foi aprovada e com isso 25% dos servidores estaduais vão contribuir com 14% a partir de maio de 2018. A proposta foi aprovada na Assembleia Legislativa nesta terça-feira (28) sob fortes protestos de sindicalistas depois de invasão do prédio e uso de bomba de efeito moral por parte da Polícia Militar.

De acordo com o presidente da casa de leis, deputado Junior Mochi (PMDB), os parlamentares tinham de votar o projeto, que foi amplamente discutido com as categorias.

"Não houve entendimento entre as partes, por isso o confronto hoje. A Assembleia não poderia se acovardar, tínhamos de vir ao plenário para votar". Agora, o projeto retorna para o governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), autor da medida, para que seja sancionado.

Como fica - O projeto inicial previa que todos os 75 mil servidores pagassem 14% de contribuição a título da Previdência. Agora, somente trabalhadores que recebem acima do teto do INSS, que é de R$ 5.545, o que representa 25% dos servidores, terão de pagar o acréscimo a partir de maio de 2018. Outros 75% vão continuar pagando 11%.

Outra mudança - apresentada por meio de emenda dos deputados ontem - obriga o governo a recompor o fundo previdenciário em 3%, utilizando parte dos recursos destinados aos poderes.

Os 14% de contribuição começarão a ser pagos em maio de 2018 de forma integral. Antes, o governo propôs que o acréscimo fosse progressivo, com 1% a cada ano até chegar em 2020 com 14%.

O principal questionamentos dos servidores contrários, no entanto, foi aprovado também. Os dois fundos de contribuição serão unificados.

O problema, conforme disseram os manifestantes ao longo do mês, é que um dos fundos apresenta superávit de R$ 397 milhões e outro um déficit próximo a R$ 400 milhões. Um dos temores é que, unificando o fundo "bom" ao "ruim", seja criado um único fundo deficitário.

Votos - A medida foi aprovada por 13 votos favoráveis e 7 contrários. Dos 24 deputados estaduais, 20 votaram – o presidente da Assembleia, Junior Mochi, não vota e três parlamentares estavam ausentes.

Os deputados da bancada do PSDB, Beto Pereira, Mara Caseira, Onevan de Matos, Rinaldo Modesto, Felipe Orro e Enelvo Feline, votaram a favor da proposta do Governo do Estado.

Também aprovaram a reforma Herculano Borges (SD), Paulo Corrêa (PR), George Takimoto (PDT), Zé Teixeira (DEM) e os parlamentares do PMDB, Antonieta Amorim, Eduardo Rocha, Márcio Fernandes e Renato Câmara.

Foram contra os deputados Coronel David (PSC), Paulo Siufi (PMDB), Lídio Lopes (PEN) e os quatro deputados do PT – Pedro Kemp, Cabo Almi, João Grandão e Amarildo Cruz.

Estavam ausentes Felipe Orro (PSDB), Maurício Picarelli (PMDB) e Grazielle Machado (PR).

Confusão - Momentos antes e a votação em si foram marcadas por muita confusão, que resultou em invasão dos manifestantes e uso de bomba de gás de efeito moral por parte do Batalhão de Choque da Polícia Militar.

O vidro de uma das portas de entrada da Assembleia foi quebrado durante o protesto. Dentro do plenário, policiais fizeram corredor entre o plenário e a plateia de forma a impedir que os sindicalistas invadissem a área onde ficam os deputados.

Midiamax



Comentários

  Nome:

  Email: seu email não será publicado!

Comentários:


principal  |  imprimir

Plantão

.
14/12/2017 - 15:22  Campo Grande gera quase um terço de todo o PIB do Estado, aponta IBGE
14/12/2017 - 15:21  Internação de Temer em São Paulo adia posse de Marun como ministro
14/12/2017 - 15:21  Depois de 1 ano e 3 meses, Justiça libera Olarte e Andreia da tornozeleira
14/12/2017 - 15:20  MS tem o terceiro maior crescimento do País na produção de carne bovina
14/12/2017 - 15:11  Barbeiro vai promover ação social de cortes gratuitos no dia 24 de dezembro
14/12/2017 - 11:52  Gerente de frigorífico procura a Depol após carro da empresa ‘desaparecer’
14/12/2017 - 11:23  Só em 2017, Prefeitura já investiu mais de R$ 3,3 milhões ao pagamento de entidades
14/12/2017 - 10:19  Homem registra boletim após ser agredido por esposa grávida
14/12/2017 - 09:32  Governador autoriza depósito do 13º e comerciantes apostam em aumento das vendas
13/12/2017 - 14:02  Assaltante é preso na UPA após ser atingido no pé pelo próprio comparsa
13/12/2017 - 11:59  Pedro Paulo e Alex é uma das atrações contratadas para a Expomara 2018
13/12/2017 - 11:27  Prefeitura de Maracaju arrecadou 80% do esperado do IPTU 2017
13/12/2017 - 11:13  Sidrolândia e outras 24 cidades serão monitoradas por sistema de radiocomunicação europeu
13/12/2017 - 09:33  Comissão de acadêmicos destaca ano de apoio do prefeito que reafirma subvenção para 2018
13/12/2017 - 07:28  Internauta filma Sucuri de 3 metros morta atropelada na saída para Maracaju
12/12/2017 - 15:52  Projeto Pequeno Cidadão se destaca e leva atletas de handebol a São Paulo
12/12/2017 - 10:59  Jovem de 18 anos escapa de ser alvejado após arma de fogo falhar
12/12/2017 - 10:19  Município se habilita e vai receber R$ 150 mil ao mês para custeio da UPA
12/12/2017 - 09:05  DOF realiza maior apreensão de cocaína do ano, avaliada em R$ 7 milhões
12/12/2017 - 08:36  Polícia Civil prende jovem evadido que praticava furtos no fim de semana
 
 











 
 
 



Contato:(067) 3272-3547
Email: jornalnoticidade@hotmail.com
© 2017 MD-webmarketing - Todos os direitos reservados