Home  | Notícias  | Expediente 

09 de Novembro de 2017 - 08:38

Em Maracaju, homem que assassinou mulher com 20 tiros é condenado a 22 anos de prisão




Jorge Backes, 43 anos, foi condenado a 22 anos de prisão, em regime fechado, por matar a mulher, Lucimar Luiza da Conceição Lima, 36, na frente do filho da vítima.

O Feminicídio aconteceu em 2015, em Maracaju, e o julgamento foi realizado ontem na 1ª Vara Cível e Criminal do município.

Conforme a denúncia, no dia 29 de maio de 2015, a mulher foi com o filho até a fazenda São Gerônimo para pegar alguns de seus pertences, já que estava se separando do acusado. Ao entrarem na casa, ela informou Backes que o deixaria e solicitou apoio do filho para desmontar um roupeiro que estava no quarto.

Quando retornou para a sala, Lucimar foi surpreendida pelo acusado, que segurava uma espingarda calibre .22 e efetuou vários disparos contra ela. A Vítima caiu em frente à porta do quarto onde o filho estava e o acusado chegou a apontar a arma na direção do rapaz, mas voltou a atirar várias vezes na mulher já caída ao solo.

Conforme os autos do processo, arma tem capacidade para 10 munições, mas foram encontradas mais de 20 perfurações no corpo da vítima, o que demonstra que ele recarregou a espingarda e continuou os disparos. Após o crime, acusado fugiu.

Em depoimento, Backes alegou que os disparos ocorreram por “acidente”, em razão de a vítima ter avançado sobre ele quando viu ele com a arma nas mãos.

Na decisão, o juiz Marco Antonio Montagnana Morais afirma que as circunstâncias do crime são negativas, porque o delito foi praticado na presença de um dos filhos da vítima, “que decerto carregará um trauma incontornável para o resto de sua vida”. Além do menino, a vítima tinha outros dois filhos pequenos.

Jorge foi condenado por homicídio qualificado contra mulher por razões da condição do sexo feminino (feminicídio). Segundo o Tribunal de Justiça, este é o primeiro caso de feminicídio julgado na comarca de Maracaju. A lei do feminicídio ataca diretamente a violência doméstica, ao estabelecer legalmente uma gravidade muito maior do crime contra a mulher pelo fato de ela ser mulher. Este tipo de crime ocorre principalmente em ambiente doméstico.

Luiz Ribeiro – Noticidade 



principal  |  imprimir

Plantão

.
21/07/2018 - 10:46  Lídio Lopes é opção para substituir Puccinelli na corrida ao governo do estado
20/07/2018 - 15:55  Conselho Tutelar ganha novo veículo para atender ocorrências em Maracaju
20/07/2018 - 15:27  Nova pesquisa para deputado estadual aponta Gerson Claro entre os 7 mais bem avaliados
20/07/2018 - 10:32  Ordem Federal prende de novo André Puccinelli; ação investiga desvio de R$ 300 milhões
20/07/2018 - 06:31  PM prende “irmãos do crime” que roubaram diversas lojas em Sidrolândia
19/07/2018 - 15:27  Após sucesso em Maracaju, Circo Balão Mágico estreia em Sidrolândia
19/07/2018 - 14:52  Hinode fará evento com vice-presidente de franquias hoje em Sidrolândia
19/07/2018 - 13:42  Eleita Miss MS, Ingrid Matzembacher ganha repercussão e fala sobre trajetória
19/07/2018 - 13:12  Produtor Rural denuncia uso ilegal de agrotóxicos no P.A Vista Alegre
19/07/2018 - 12:13  Entrevista: Novos delegados se apresentam e garantem atender a expectativa da população
19/07/2018 - 11:28  Traficante foge do DOF e abandona Onix com 403 quilos de maconha
19/07/2018 - 11:19  Menina de 4 anos que sobreviveu a acidente na BR-060 deve deixar CTI ainda hoje
19/07/2018 - 11:00  DOF apreende carga avaliada em R$ 1,8 milhão em operação em Maracaju
18/07/2018 - 16:08  Saúde & Nutrição: encontro traz grandes nomes da longevidade e alimentação saudável a Campo Grande
18/07/2018 - 15:29  DOF apreende 45 mil pacotes de cigarro avaliados em R$ 1,8 milhão
18/07/2018 - 13:45  Prefeito Marcelo Ascoli vistoria obras que foram retomadas em Sidrolândia
18/07/2018 - 13:33  Em quatro roubos, quadrilha levou 10 caminhões para a fronteira
18/07/2018 - 11:07  Cidade Empreendedora elabora plano para a agricultura familiar
18/07/2018 - 10:40  Dono do primeiro computador em Maracaju cria APP que virou febre mundial
18/07/2018 - 10:22  Caminhão roubado em falso frete na Capital é encontrado na MS-157 entre Maracaju e Itaporã
 
 











 
 
 



Contato:(067) 3272-3547
Email: jornalnoticidade@hotmail.com
© 2018 MD-webmarketing - Todos os direitos reservados